quinta-feira, 25 de março de 2010

hmhm...


Como sabemos é muito comum vermos empregadas domésticas,diaristas,secretárias,enfim,com um patrãozinho ás vezes bonzinho ou explorador.


Isaura era empregada de uma mansão junto com Helena,em uma cidadezinha chamada Senzalândia . Os patrões,seu Leôncio e sua esposa Malvina não eram de muitos amigos mais também não eram nenhum tipo de monstro,apesar de pagarem muito pouco as suas empregadas pela carga de trabalho pesada.


Em um belo dia,Isaura está na cozinha separando os feijões para cozinhar quando nota que Helena não estava presente,e escutou uns barulhos estranhos[o.o] vindo do quarto que era próximo,quando ela apareçe na cozinha toda ofegante,e desarrumada,quando dona Malvina apareçe e pergunta :

- O que aconteçeu menina ?

-Nada não dona.

-Tem certeza disso ?

-Tenho,é que eu vim correndo lá do quintal pra colher umas couves fresquinhas.

-E cadê as couves?

-Tão aí na mesa .

[uma mulher previnida vale por duas ;b]

-Ok...


Isaura não acreditou naquilo,então foi logo perguntando :

-Helena,tava com o Leôncio né ? Bandida...

-Eu ? Imagina !

-Sei sei...

-Sinhôzinho Lonço ainda me mata ! *o*

-Não falo nada viu,a gente já trabalha feito louca,nos pagam pouco,isso já é exploração ! E você ainda fica de caso com o patrão ?

-Ah amiga,é que com essa exploração sexual eu ganho muito dinheiro pra comprar roupas,sapatos...

-Meu Deus,só por essas coisas fúteis?Sua consumista!

-Mas eu gosto tanto de consumir...

-Falo nada.


Então servem o almoço normalmente.

Tarde da noite,Isaura está levando as cobertas para cima,quando Leôncio a repreende na escada,e diz com olhar sedutor :

-Isaura...

-Sim,senhor ?

-Eu sempre quis ter você em meus braços...

[põe a mão em seu ombro]

-Senhor,deixa eu levar essas cobertas,por favor.

-por favor,deixe-me tê-la só por uma noita pra matar essa minha vontade louca de te beijar,te amar...eu te amo Isaura !

-Senhor,pare com isso !

-Não consigo,é mais forte do que eu ! O:

-Pare com isso senhor,é um abuso ! Eu já trabalho muito com a Helena,nos paga pouco,e ainda quer tirar proveito de mim como fez com ela.

-Dei muito dinheiro á ela por essas horinhas extras...com você pode ser igual Isaura.

-Não ! Mas que abuso ! Maldito proletariado...


-----------------------------------------------------

Ah,isso podia ter ficado melhor,mais se eu empolgar muito escrevo um livro então :B UIOAUEOIAUEOIAUEAOIUEAOIUEIOE

ps : sim,escrava Isaura foi minha inspiração *o*


Então,pra vadia do Japa o tema é :

Traqueotomia


Frase :

Athoooron ironia...


HAHA (6'



Beijos Apples :*


Jacký Vargas


1 Tensos passaram por aqui.:

Marcella Leal. disse...

"O patrão dá uma encoxada em Isaura e leva ela até o quarto, a beija loucamente, joga ela na cama e abre sua blusa...depois os dois se pegam loucamente até o dia amanhecer e a esposa dele ver os dois nus em posição erótica no quarto e matar ambos."

FLOOOOOOOOR.....SEUS TEXTOS ME INSPIRAM kkkkkkkk

Beeijo