terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Carnaval Fora de Época

É engraçado falar sobre fantasias, sem pensar em carnaval, ou naqueles bailes de máscaras dos colégios estadunidenses da sessão da tarde, mas esse é geralmente um conceito errado.

Porque no carnaval, a maioria das fantasias usadas, ou são apenas purpurina, ou algumas penas de algum pobre pássaro em extinção, e bom, máscaras não são fantasias, são... Máscaras.

Mas então, o que diabos são fantasias?

Depende, se você tiver a mente pervertida e fétida, logo pensara naqueles chicotinhos e máscaras da Tiazinha, além do espartilho de couro. Bom, isso é uma fantasia, mas sabe aquele idiota que colocou uma cueca por cima da calça naquela festa que todos estavam bêbados e saiu cantarolando a música do superman?

Bom, ele também estava fantasiado.

Sobre essas fantasias todos sabemos, todos uma vez ou outra acabaremos usando, mas eu quero chegar a outro ponto, um pouco mais inconveniente, quero falar das fantasias que nós usamos todos os dias.

Por exemplo, neste momento, eu estou digitando esse post no Word, e o Firefox está aberto na página inicial do Orkut, minha irmã veio aqui ver o que eu estava fazendo e o que eu fiz? Minimizei o Word e abri o Orkut.

Nesse momento, me fantasiei de um desocupado que fica fuçando a vida dos outros em uma bela tarde de terça feira quando eu podia estar trabalhando, estudando, ou fazendo algo útil, como escrever um post.

E não sou só eu, todos usamos essas fantasias, que são perfeitas, pois não contam com nenhum adereço ridículo de espuma que fica desprendendo no melhor da festa.

Quer mais um exemplo? Você provavelmente é uma garota, logo, tirando as meninas que são suas amigas, você odeia o resto, por “resto” entenda noventa por cento da escola, então, um belo dia, uma garota qualquer que você odeia lhe pede algo, sei lá, qualquer coisa que obriguem vocês a conversarem, e você faz o que?

Finge ser amiga da menina, como se nunca tivesse a odiado, afinal “ela nunca fez nada pra mim, mas é uma piranha, biscate, vagabunda, e sem peito!”.

Pronto, você acabou de colocar uma fantasia de boazinha. Ai, de duas uma, ou você descobre que a menina que você odiava é um amor de pessoa ou chega para suas amigas depois e diz que”aai, aquela Isabela é um noojo, hoje veio não sei porque conversar comigo, e fingindo ser minha amiga, aai,que menina falsa, odeio gente assim!”.

E o mais legal, é que muita gente vai colocar uma bela fantasia de “pessoa do bem que odeia falsidade” e me xingar nos comentários...

Afinal, é claro que existem as exceções, mas digamos que elas já nascem fantasiadas, então, não tem graça alguma.

*****************************************************************************

Olha lá em garotas, não em levem a mal, hehe, bom, pra aliviar um pouco as coisas, o tema da Marcela será...

...Harpejo!

HÁ!

7 Tensos passaram por aqui.:

Ninaaa . disse...

Quando eu não gosto de uma menina mando ela ir se foder e pronto.

E bom, como a minha cidade é beeeeem pequena, eu não tenho muitas escolhas sobre com quem quero andar, então conheço quase todo mundo, o que torna díficil odiar muita gente

Além disso Minézitcho, sem estar fantasiada, eu nunca falo que não gosto de alguém sem conhecê-la

Bem, tirando a pirizinha que mora ali que eu não conheço, mais que minha melhor amiga conhece e diz que ela não presta

Então, isso já tá ficando grande demais, rs
É só, beeeijos e que diabo é harpejo? oO

Thamara disse...

O.O'

Henrique Miné disse...

comentário produtivo é issaê!

Valeu Thamara, volte sempre! =)

Marcella Leal. disse...

HENRIQUE, SEU SEM PEITO, EU NÃO SEI O QUE É HARPEJO!

Eu ri de mais do Post, aquela Isabela é mesmo uma...

Beem,henrique, vou testar uma coisa do blogger que posta o seu texto no outro dia.....se n funcionar, culpe o blogger!

Ariel Augusto ( Japa ;P ) disse...

Quem nunca teve uma fantasia ? *.*

Calem-se Dedos ! disse...

amei o post'
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK'
athoron fantasias' chicotiinho ui
UIOAUEOIAUEOAIUEAIOUEAOE
õ/

MILENA R. disse...

cueca por cima da calça e saiu cantando supermam? ashuahushaushuas
acho que já vi essa cena...
muito bom!