quarta-feira, 21 de abril de 2010

Problema Nenhum

“Não sei bem o que faço aqui, e ver você ai com essa cara fehada e sem dizer bom dia ajuda em nada. Sabe como é, eu consegui levar minha vida adiante, as coisas não iam tão mal assim. Cresci, e com o tempo as pessoas até foram esquecendo daquela história. Por Deus, até família eu consegui formar. Aproveitei minha juventude como quase todo mundo, a faculdade também, aproveitava, ia pra festas, conversava com garotas, tinha amigos e tudo o mais. Mas ai, minha mulher, e você sabe como é mulher né, então, ela começou a ler uns textos lá de psicologia por conta mesmo, e enfiou na minha cabeça que eu sou todo traumatizado e tudo o mais, mas, sei lá, eu acho que não, faz tanto tempo que tudo aquilo aconteceu. Como? Calma, ja vou chegar lá, estou falando bastante porque eu sei que o tempo é curto e eu paguei uma boa grana, então quero aproveitar, já já você vai entender o que aconteceu, mas apenas se me deixar explicar o que me trouxe aqui. Assim, eu já disse que minha mulher começou a ler uns livros de psicologia né? Aí tem todo aquele negócio de infância e tal, e ela enfiou na cabeça que eu sou cheio de traumas porque esses dias sai com meu filhinho, o Juquinha, vai fazer sete anos agora. Quer ver uma foto dele? Espera ai…Aqui ó, bonitinho né? Então, eu sempre achei esse lance de andar com foto da família na carteira meio brega, mas ai você não sabe como é, ou sabe, sei lá, como é o amor pelos filhos! Ah, então, você não tem filhos? Então quer um conselho? Não tenha, puta responsabilidade, e é um amor fora de série, mas enfim, quem tem que me dar conselhos é você. Onde eu estava? Ah, obrigada, tinha ido comprar roupas com o Juquinha né, pois então, chegamos lá na loja, e ele me disse que a Marisa, que é minha esposa, quer ver um foto dela também? Ah, melhor não, o tempo está correndo. Então, ele me disse que a Marisa mandou eu comprar cuecas para ele. Mas, sei lá, não consegui sabe. Porque? Ah, você sente que o problema está aí? É claro que está, pois então, não consegui por causa do tal lance de infância, e no lugar comprei um milhão de roupas com desenhos de vacas para o Juquinha, ele não parava de repetir que ‘As vacas voadoras me fascinam muito, vacas são branquinhas, vacas dão leitinho, as vacas comem capim, capim, capim!E sei lá que desenho esse moleque anda assistindo viu, mas deve ter a ver né? Pensar que na nossa época os desenhos eram o Jaspion, que nem desenho era, mas enfim, não consegui comprar, por causa do lance da infância. Sabe como é, me deu uma coisa ruim e sei lá. Aí eu falei pra minha mulher, contei a história da infância pra ela, e ela que tinha lido os livros resolveu que era bom eu vir aqui contar a história pra você. Calma, não sei se vou contar a história, você é um cara estranho, eu entrei aqui, e você disse nada, eu to aqui falando sem parar, mas não me dá coragem, sei lá, você é meio estranho. Não sei se quero falar. Vou ter que pagar do mesmo jeito? Como? Porque? Tudo isso? Mas eu tenho convênio! Como? Esse preço é com o desconto? Olha, quer saber, vai se foder. Eu não sou obrigado a pagar um absurdo desse pra ver um moleque que nem tem barba direito com uma merda de jaleco tentando achar que é a solução dos meus problemas. E sabe porque? Vou te contar, porque o meu problema não é uma maldita história na merda da segunda série, e sim uma mulher histérica que acha que sou doido, uma criança pra cuidar, um milhão de contas pra pagar e um chefe filho da puta. Isso sim é problema. Fique aí você com essa cara de bosta. Que eu não preciso de você. Morra.”

E saiu batendo a porta.

***

Post “irmão” deste aqui.

Se estiver sem nada pra fazer, visite o Daquilo que Não se Vê. E comente aqui. Porque aposto que você gosta que comentem no seu blog. Seu mané.

Tema da Jacky: Frutas vermelhas.

Frase: “Será que hoje é a conferência anual das lésbicas, ou algo assim?”

5 Tensos passaram por aqui.:

Gabi Petrucci disse...

Saabe que eu gostei desse texto? :b
HAUISDISAHDISUA
Lembrei de você me mostrando a foto lá! *-*

E parece que eu conheço o tema da Jacky de alguuum lugar! LALA

Beeeijo

Calem-se Dedos ! disse...

eu também conheço meu tema de algum reality show' UIOAUEOAUEAOIEUAOIEUAIO

ameei o texto' noffan fico profundo O:
auioeuaoeiaueoaueoaiea
mulheres histéricas são phodas ;b

bjs bjs (L

Ana Flavya disse...

nossa
HUAHUHAUHUAUHA
teenso ><

Marcella Leal disse...

Eu num sou mané não e o Daquilo que Não Se Vê tá ate nas listinhas de blogs pra visitar...

Gostei do texto, e andar com foto na carteira é estranha, ainda mais porque só cabe aquelas 3X4 que são estranhas e tal, mas enfim, a mulher dele é meia doida e tratamento anda caro.

Beijo

Júlia e Rafaella disse...

100% revolts da vida total.
Aliás todo mndo fica depois de um tratamento de bosta caro pra cacete que não vai resolver o seu problema de forma alguma, neh =P